Tratamento de Solo Contaminado

Tratamento de Solo Contaminado

O “Core Business” da RCRambiental é garantir a proteção da marca

A contaminação do solo é um grave problema ambiental que não afeta apenas áreas rurais, diversas substâncias e resíduos que são utilizadas pela indústria podem poluir o solo e contaminar os lençóis freáticos. Por isso, é extremamente importante o diagnóstico ambiental o mais cedo possível, já que isso é um requisito mandatório legal em casos de desativação de unidades operacionais e indicado para novos usuários. A RCRambiental conta com uma equipe especializada no processo de remoção e tratamento de solo contaminado, desenvolvendo soluções de acordo com a necessidade de seus clientes.

Como funciona o tratamento de solo

Para recuperar a área contaminada, é necessário seguir alguns passos: primeiro há uma investigação preliminar que serve para estudar o histórico do local; em sequência, é feita a investigação de constatação, responsável por comprovar a necessidade ou não da remediação do solo contaminado; feito isso, o grau da contaminação e o tipo de contaminantes são detectados, e uma análise de risco é elaborada. A partir de todos esses dados, os profissionais da RCR criam um projeto de remediação personalizado para o seu caso.

Quais são os procedimentos usados no tratamento de solo?

A melhor técnica de remediação varia de acordo com o nível de contaminação do solo e da área atingida. Entre as opções, os destaques são: tratamento térmico, solidificação, estabilização e transformação química. Esses procedimentos são classificados levando em consideração o local de implementação.

Para ilustrar, descontaminação “in situ” são focalizadas exatamente no local contaminado; enquanto as “ex situ” ocorrem quando a terra contaminada é removida do local. No primeiro caso, são utilizados tratamentos físico-químicos lavagem de solo, solidificação e/ou estabilização.

Lavagem do Solo

A lavagem do solo é a técnica mais indicada para áreas extremamente contaminadas, especialmente em solos compostos, em sua maioria, por argilas. Por serem minerais placoides microscópicos, a argila tem uma forte capacidade de absorver diferentes elementos químicos, dificultando a mobilização de substâncias. Para a realização dessa técnica, a porção do solo afetada é removida mecanicamente e lavada com ácidos em um laboratório, e depois é devolvida ao local de origem.

Estabilização ou solidificação

Esse procedimento é baseado na cimentação do solo para diminuir a velocidade de sua contaminação ou até mesmo interrompê-la. A estabilização/solidificação apresenta uma certa complexidade principalmente por conta do tipo de cimento utilizado: ele deve percolar do solo se solidificar no momento exato que alcançar a poluição, para não solidificar o solo não contaminado.

Entre em contato com a nossa empresa







Solicite já a sua proposta e faça o descarte de seus Produtos Inservíveis com segurança

Nossos representantes entrarão em contato com você. MAIS INFORMAÇÕES

Fique por dentro das notícias

13 ago

O que é lixo eletrônico? Saiba como descartá-lo sem prejuízos à natureza

A tecnologia invadiu nossos lares e trabalhos. Está presente em quase tudo que fazemos em nossa rot...

31 jul

Contaminação do Solo: Impactos Ambientais

A contaminação do solo tem sido uma das principais preocupações dos especialistas na área ambie...

24 jul

Entenda o processo de incineração de resíduos

 Segundo levantamento do Sindicato Nacional das Empresas de Limpeza Urbana (Selurb) realizado em 20...